• Bruna Viana

3 coisas que eu queria que minha professora tivesse me ensinado


Quando decidi me profissionalizar eu não recebi apoio da escola onde fazia aula então muita coisa eu aprendi sozinha, pagando mico e contando com a ajuda dos meus pais, que na época não entendiam nada sobre ballet.


Tem algumas coisas que são básicas e precisam ser ensinadas aos alunos, mas por falta de experiência ou por acreditar que o aluno nunca vai vivenciar aquilo, muitos professores não ensinam, então cá estou eu para compartilhar com você 3 coisas que eu queria muito que alguém tivesse me ensinado.


1- Um collant preto básico ou uma malha preta com camiseta branca são os melhores aliados do bailarino clássico.


Apesar de eu amar collants coloridos e com corte diferenciado, quando estamos em audições normalmente é exigido o uso de collant preto, muitas vezes sem saia e com isso a banca já espera que você venha com um modelo básico, sem muito desenho trançado e brilho.


O motivo? Assim é mais fácil para quem está avaliando conseguir observar a técnica sem tanta poluição visual. E não pense que essa é uma ótima oportunidade para você se destacar e ser lembrado por ter usado um collant vermelho, esse tipo de evento está a procura de disciplina e técnica, não seguir o padrão de roupa solicitada pode te prejudicar.


Quando a organização não estipula nenhuma regra vale ir com aquela roupa que você se sente linda(o), mas por precaução, leve uma troca de roupa básica na bolsa.


Aprendi isso na prática, não tendo collant preto e precisando pedir emprestado para uma outra aluna do curso que eu estava pois na minha escola a professora dizia que "roupa preta só na aula de jazz". Foi solicitado que todas usassem collant preto em uma apresentação que aconteceria no último dia de curso e eu tive que caçar uma brasileira que topasse me emprestar um collant pois eu estava lá em NY e todos iriam pra seus países ao término do espetáculo.


2- Existe uma regra de como se posicionar na sala, mesmo que todos finjam que não


Não estou falando de ter um lugar seu na barra (mas por via das dúvidas, é melhor respeitar aquele coleguinha que sempre se posiciona no mesmo cantinho), estou falando sobre a disposição durante os exercícios de centro e diagonal.


Se você não está seguro, não fique na frente; se não decorou, não fique na fila da frente; se é sua primeira aula nesta turma, não fique na fila da frente e não vá no primeiro grupo da diagonal. Mas se mesmo assim você precisar ir na fila da frente, só fique no meio se ninguém se posicionar lá primeiro.


Alguns professores ficam bem irritados quando o aluno erra a sequência ou chega querendo se aparecer, por isso, deixe sempre quem está mais habituado com as sequências e com o professor ir primeiro, assim você tem a chance de ver mais uma vez o exercício e ainda demonstra respeito por aqueles que chegaram na turma antes de você.


E se estiver rolando aula nas pontas e você não estiver de pontas, fique para o último grupo ou pro fundo da sala, os professores entendem que a atenção deve ser focada nos alunos que estão de ponta e se você quiser ir lá no meio da primeira fila, provavelmente vão solicitar que você troque de lugar.


Aprendi isso com um puxão de orelha hahaha eu sempre gostei de ser a primeira e estar na frente, próximo do centro pois eu não gosto de passar despercebida na aula, mas fui dançar em uma cia e levei um puxão de orelha por ter ido no primeiro grupo, na frente, ser a caçula da turma (em idade e em tempo) e errar. Tem professor que não liga pra essas coisas, mas na dúvida é melhor ser convidado a se posicionar no primeiro grupo do que pedirem para você se retirar.


3- Se não entendeu a sequência ou não conhece algum movimento, tire suas dúvidas


O professor tá ali pra ensinar, a função dele é tirar suas dúvidas e te corrigir então não faz sentido você ficar com a dúvida e errar o exercício, isso irrita a maioria dos professores, principalmente em audições!


Falando em audições, muitas vezes o aluno escolhido não é o melhor da turma mas sim aquele que tem mais potencial em crescer com a oportunidade que vai ser oferecida, então tire suas dúvidas em audições também pois isso demonstra que você está interessado em aprender sempre mais.


Se aquela não for a oportunidade para você, você não vai passar, mesmo que a sua técnica seja a melhor então não tenha medo de demonstrar que você não conhece alguma coisa.




Lembrando que nenhuma regra é absoluta e o que estou deixando registrado foram coisa que me mercaram e que se alguém tivesse me ensinado eu não teria passado por certas situações constrangedoras.

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A primeira coisa que você precisa saber sobre qualquer audição é para que a audição foi convocada. Existem diversos tipos de audição e para cada tipo de teste o examinador está em busca de um perfil d

Quem nunca ouviu aquela frase "a pressa é inimiga da perfeição"? Na dança é difícil falarmos que alguém atingiu a perfeição pois sempre vamos tentar girar mais uma pirueta, sustentar a perna mais um s

Se você pensa numa bailarina e de cara vem a sua mente a imagem de uma menina alta e magra, saiba que não há nada de errado com você mas sim com o padrão criado e imposto sobre os artistas da dança. A